Artigos relacionados à nutrição e suplementação alimentar.
Avatar do usuário
User

miúdo

Rank

***

***
Msgs

678

Entrou em

27/Abr/2011, 21:17

Mucuna Pruriens (o que é, para que serve, colaterais, uso)

por miúdo » 18/Set/2011, 15:21

Imagem

As primeiras utilizações da Mucuna pruriens na medicina ayurvédica remontam há mais de 4500 anos. De facto, a Mucuna pruriens tem um perfil bioquímico fascinante e contém uma quantidade de princípios activos interessantes, entre eles a nicotina, a serotonina e, sobretudo a l-dopa (ou l-dihidroxifenilalanina), que é o principal precursor do neurotransmissor dopamina e que foi isolado por cientistas indianos em 1936.

Quando o neurónios que produzem a dopamina são afectados pela doença de Parkinson, os efeitos no organismo são: tremores incontroláveis, rigidez muscular, dificuldades de dicção, escrita e equilíbrio, lentidão de movimentos. Encontram-se frequentemente carências subclínicas em dopamina nos estados depressivos e nas perturbações do desejo sexual.
A dopamina é considerada como o neurotransmissor do bem-estar, que é produzido pelo cérebro quando este quer "ter prazer" ou dar uma "recompensa" ao organismo. É também um intermediário na produção de norepinefrina (ou noradrenalina, neurotransmissor do estado de vigília) e um estimulante eficaz da produção da hormona do crescimento.

Num estudo comparativo realizado em modelos animais da doença de Parkinson, e com uma quantidade igual de princípio activo, um extracto de Mucuna pruriens mostrou-se duas a três vezes superior à l-dopa sintética, sugerindo assim que é o perfil bioquímico global da planta e não apenas o princípio activo que aumenta significativamente a sua eficácia nos sintomas da doença. Outros estudos com seres humanos mostraram benefícios neurológicos importantes com uma excelente tolerância e uma quase inexistência de efeitos secundários, contrariamente ao que acontece com a l-dopa sintética.

A toma concomitante de um extracto de Tribulus terrestris contribui para aumentar a quantidade de l-dopa que chega ao cérebro. Na verdade, o Tribulus contém um inibidor ligeiro da monoamino-oxidase, uma enzima que degrada a dopamina. Esta forma natural de melhorar os efeitos da toma de Mucuna pruriens é conhecida dos médicos ayurvédicos há mais de 1000 anos.

A toma de um extracto de Mucuna pruriens normalizado em l-dopa estimula a secreção da hormona do crescimento (Hgh) pela hipófise. A hormona do crescimento é certamente a mais potente das hormonas anti-envelhecimento: propicia a obtenção de massa muscular e opõe-se à acumulação de massa adiposa, melhora a resistência e o nível de energia, aumenta a sensação de bem-estar e exerce ainda uma influência positiva em muitos outros aspectos da saúde.

De entre as outras utilizações na medicina ayurvédica, a Mucuna pruriens é usada: para repor a libido a um nível satisfatório (combinada com Tribulus terrestris) aumentando o nível de testosterona (efeito demonstrado num estudo controlado) e de dopamina, nos casos de esterilidade masculina e feminina (aumenta a quantidade de espermatozóides e favorece a ovulação), para melhorar a vivacidade de espírito, a coordenação motora e lutar contra os estados apáticos.

Indicações da Mucuna Pruriens:

Mucuna Pruriens é indicado para tratar Mal Parkinson, impotência e disfunção erétil e é indicado como afrodisíaco e para aumentar a testosterona.
Mucuna Pruriens também é indicado para ser usado como um anabólico e um androgênio.

Benefícios do Mucuna Pruriens:

Mucuna Pruriens pode fortalecer os músculos e ajudar a estimular o hormônio do crescimento.
Mucuna Pruriens também pode ser usada para ajudar a perder peso.
Estudos in vito mostraram benefícios neurológicos importantes para Mucuna Pruriens e ao contrário do L-dopa sintético - quase nenhum efeito colateral foi ocorrido.
É provável que quando se toma Mucuna Pruriens juntamente com Tribulus Terrestris a quantidade de L-dopa que alcança o cérebro aumenta.
Mucuna Pruriens estimula a secreção de hormônios de crescimento (Hgh) pela glândula pituitária.
Mucuna Pruriens também é usado para restabelecer a libido e aumenta os níveis de testosterona e de dopamina

Efeitos colaterais da Mucuna Pruriens:

Mucuna Pruriens pode causar superestimulação, aumento da temperatura corpórea e insônia, caso aja super dosagem.

Contraindicações:

Mucuna Pruriens é contra-indicado a mulheres durante o período de gravidez.
Pacientes com hipoglicemia ou diabetes devem usar Mucuna pruriens somente sob supervisão médica.
É contra indicado em combinação com inibidores M.A.O.
Pessoas com síndromes andrógenas excessivas devem evitar o uso desse medicamento.
Mucuna Pruriens não deve ser usado por quem tenham uma condição médica resultando em níveis inadequados de prolactina no corpo.
Pessoas com doença de Parkinson devem apenas usar sob supervisão médica ou um indivíduo qualificado.

Fontes: supersmart.com; onlinefarma.com.br;
  
   

 

Recomendamos o site Suplementos Mais Baratos para você que precisa de suplementos.

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 5 visitantes

Desenvolvido por ClubeTech - Criação de sites